• Fundadores do Jovem Nerd são pioneiros na produção de podcasts no Brasil e já tiveram mais de 1,4 bilhão de downloads
  • Líder de audiência no formato, projetos do Jovem Nerd vão do público geek ao mundo corporativo
  • Conteúdo produzido até agora soma 1 265 horas ou 52 dias ininterruptos de gravação

Há 15 anos no ar, o NerdCast — podcast líder de audiência e entre as produções brasileiras — ultrapassou a barreira dos 800 episódios neste mês de outubro. Desde sua criação, em 2006, a principal plataforma de podcasts voltada ao mundo nerd e geek, coloca no ar,  pelo menos, um episódio por semana. Já são mais de 1 265 horas de conteúdo, que tiveram mais de 1,4 bilhão de downloads.

Só o NerdCast alcançou 1 bilhão de downloads em 2019, sendo o primeiro podcast no Brasil e o terceiro no mundo a atingir essa marca. “A gente praticamente criou esse mercado no Brasil”, afirma Deive Pazos, um dos fundadores do Jovem Nerd. “Lá em 2006, nada disso existia, e tivemos de mostrar, aos poucos, tanto para os clientes, quanto para as agências de publicidade as possibilidades e o potencial de anunciar em podcast”.

Com o sucesso do formato, o NerdCast ampliou os temas dos episódios para além do mundo nerd e da cultura pop. Além de cinema, tecnologia, quadrinhos e games, a dupla discute empreendedorismo, ciências, história, viagens, educação, entre outros assuntos. “Nós falamos de tudo com o olhar nerd”, afirma Alexandre Ottoni, co-fundador do Jovem Nerd. Atualmente, a dupla comanda uma equipe de 15 profissionais.

Há sete anos, a já empresa Jovem Nerd passou a criar conteúdo sob medida para empresas. O novo braço de negócios se transformou em produtos como o NerdCast Empreendedor, o NerdTech, o Speak English, o NerdCash e o GeneraCast, produzidos para empresas como Wise Up, Alura Cursos Online, MeuSucesso.com, Genera e Nova Futura Investimentos. O mais recente projeto corporativo é o Papo de Parceiro, voltado a varejistas e patrocinado pelo  Magalu, empresa que adquiriu o Jovem Nerd em abril deste ano.

Após a aquisição pelo Magalu, o Jovem Nerd colocou no ar mais dois podcasts: o Canecas de Mamicas e o Lá do Bunker. Ao todo, são mais de 1 100 conteúdos disponíveis na plataforma. Nesses 15 anos de estrada, a dupla fez mais de 330 entrevistas com os mais diferentes perfis, de dubladores e atores a cientistas, passando por personalidades como o escritor Paulo Coelho e os empresários Frederico e Luiza Helena Trajano.

Digitalização e conteúdo

O investimento do Magalu em conteúdo é mais um movimento para fortalecer o ecossistema digital da empresa e está ligado à estratégia de crescimento nos mercados de publicidade digital — no pilar do MagaluAds — e de serviços de tecnologia oferecidos aos parceiros, por meio do Magalu as a Service (MaaS). A aquisição do Jovem Nerd fortalece a marca, a plataforma e o alcance de conteúdo da companhia. É mais um passo importante no planejamento do grupo para a digitalização do varejo brasileiro.

O Magalu conta com anunciantes (a própria empresa e seus mais de 100 000 sellers) e a audiência (milhões de clientes nos dispositivos digitais de Magalu, Netshoes, Zattini, Época e Estante Virtual). Para aumentar ainda mais a audiência e a eficácia do Magalu Ads, a companhia comprou sites especializados em conteúdo de tecnologia, o Canaltech, em moda, o  Steal de Look, e a plataforma de mídia online da Inloco. Com isso, o MagaluAds passou a contar com uma plataforma própria, simples e intuitiva, que ajudará a descomplicar a publicidade online e permitirá que milhares de sellers e fornecedores do Magalu tenham autonomia para investir e acelerar suas vendas. O serviço oferecido pelo MagaluAds será uma forma adicional de monetizar a audiência total do Magalu.

nerdcast
NERDCAST IMAGEM: DIVULGAÇÃO

FONTE: Magalu. O Magalu é o maior ecossistema para comprar e vender no Brasil, uma plataforma digital, com pontos físicos e calor humano. Desde maio de 2011, a companhia é listada no Novo Mercado da B3. Nos últimos anos, fez diversas aquisições, consolidando sua presença nacional. Além de mais de 1 300 lojas em 21 estados do país, o Magalu conta com mais cinco marcas online: Netshoes, Zattini, Shoestock, Época Cosméticos e Estante Virtual – além de milhares de sellers em seu marketplace e um superaplicativo com 33 milhões de usuários ativos. Atualmente, o Magalu emprega mais de 47 000 funcionários. Sua política de gestão de pessoas foi reconhecida com diversos prêmios.

*O conteúdo dos artigos publicados é de inteira responsabilidade de seus autores, não representando a posição oficial dos editores e nem do conselho editorial do portal.

💻 ACESSE + CONTEÚDOS SOBRE 👇🏼

#TECNOLOGIA  #STARTUPS  #APPS  #SUSTENTABILIDADE  #NAS REDES

#CINEMA  #SÉRIES  #GAMES  

Artigo anterior7 criptomoedas de games para investir agora
Próximo artigoStartups: Travel Tech mineira foi destaque no ranking 100 Open Startups 2021